OutsorceFocar nas tarefas que trazem retorno financeiro é um dos segredos dos blogueiros bem sucedidos.

Você faz absolutamente todas as tarefas relacionadas ao seu blog?

Se a sua resposta for positiva, eu já tenho um diagnóstico: você está sofrendo de excesso de trabalho, além de não estar sendo muito inteligente.

Eu não quero ofender ninguém, mas gosto de ser direto e claro.

Executar todas as tarefas relacionadas ao dia-a-dia de um blog, bem como todos os projetos que dele decorrem, deixa qualquer um louco.

Sob a equívoca justificativa do alto custo que envolve pagar alguém para realizar o trabalho, absorvem todas as tarefas.

Mas, quanto custa a sua hora de trabalho? Somente pensando assim você consegue avaliar se deve ou não terceirizar determinada atividade.

A Minha Experiência

As minhas maiores dificuldades com o dia-a-dia dos meus sites está relacionada à tecnologia e design.

Todas as vezes que eu precisei desenvolver um logotipo, algum design especifico, ou alterações na programação dos meus sites, eu quase fiquei louco.

Numa oportunidade eu precisava traduzir alguns termos de um software que rodava no meu site em inglês. Perdi dois dias sem sucesso tentando achar uma solução. Eu encontrei uma solução parcial, mas que resolvia a minha necessidade naquele momento.

Hoje, eu consigo fazer pessoalmente aquela mesma tarefa em dez minutos. Dez minutos!

É difícil dizer o quanto eu perdi com aqueles dois dias tentando resolver uma questão técnica. Fato é que eu deixei de focar naquilo que traz retorno para o meu negócio.

Hoje certamente eu terceirizaria aquela tarefa. Atualmente grande parte dessas questões eu terceirizo, sobretudo quando eu sei que vai roubar muito tempo das minhas atividades que trazem retorno.

Por isso é essencial que você conte com colaboradores. Como você é um blogueiro, eu recomendo que você terceirize aquelas atividades em que você não é fluente, ou, ainda que saiba executar, toma um tempo que não vale a pena despender.

Como Terceirizar Tarefas

Você tem algumas opções quando se fala em contratar outra pessoa para realizar o trabalho:

  • contratar um empregado
  • contratar uma empresa
  • contratar um freelancer
  • contratar alguém d’além mar

Por razões óbvias, não recomendo a contratação de um empregado, a não ser que você esteja disposto a lidar com questões trabalhistas, faltas, tributos, etc etc etc.

Contratar uma empresa no Brasil é uma boa opção, porém muito cara.

As empresas que executam este tipo de serviço cobram um custo muito alto, sobretudo aquelas com atuação na área de tecnologia/design, o que inviabiliza a contratação.

Contratar um freelancer é o caminho mais acertado, já que (i) você não precisa lidar com questões trabalhistas e (ii) o custo não é tão alto comparado às empresas.

No entanto, o custo de um freelancer no Brasil comparado a um freelancer estrangeiro (principalmente da Índia e Filipinas) a melhor opçao acaba sendo contratar um asiático.

O único senão é para aqueles que não conseguem se virar no inglês (não precisa ser fluente). Nesse caso, ou conte com algum amigo para ajudá-lo ou opte por um freelancer brasileiro.

No Brasil existem poucas plataformas e empresas para terceirização de serviços em geral (não estou falando de serviço de limpeza e segurança!).

Há cerca de um ano, a Catho, a maior plataforma online de recrutamento no Brasil, inaugurou uma plataforma para a contratação de freelancers através do seu site, aparentemente sem sucesso. A idéia ira brilhante, mas ainda não pegou no Brasil.

No exterior existem inúmeros sites como esses, dos quais eu destaco o Elance.com, Freelancer.com e Odesk.com. Neles você cria uma conta e posta um projeto. Qualquer pessoa cadastrada no site pode apresentar um orçamento e o contratante escolhe aquele que vai realizar o projeto.

A vantagem desse sistema é que antes de escolher você pode analisar o trabalho já desenvolvido pelo prestador de serviço e como ele foi avaliado por serviços realizados anteriormente.

Além disso, uma boa parte das tarefas (senão todas) tem o preço reduzido, apesar de cotado em dólar. Experimente contratar o desenvolvimento de um site no Brasil. Além de poder levar um ano a conclusão do projeto, o custo pode ser 3 vezes maior do que se contratar numa plataforma como essa.

Você se pergunta como isso é possível? Simples. A lei da oferta e da demanda. Muita oferta dos países asiáticos, como Filipinas e Índia. Sem falar da alta qualidade e profissionalismo desses profissionais no desempenho de tarefas.

Quanto Custa um Freelancer?

Eu nunca contratei um freelancer no Brasil. No exterior, existe preço pra tudo.

Quando eu estava desenvolvendo um site que exigia uma intensa programação (não era um blog), chegaram a me pedir $5 mil (dólares) para desenvolver o projeto em 3 meses. No Brasil o mesmo projeto sairia por R$ 20 mil (e não ficaria pronto antes de 6 meses).

Para contratar um assistente virtual em tempo integral da Filipinas (atualmente é o melhor custo benefício) o contratante irá desembolsar em média (valores em dólar):

  • Assistente Virtual Para Tarefas Administrativas: $500 a $700
  • Especialistas em Otimização para os Motores de Busca: $600 a $800
  • Desenvolvedor Web/ Designer Gráfico: $750 a $1000

Para a maioria das pessoas o custo de um assistente virtual a tempo integral é inviável. Eu não possuo nenhum assistente nesta modalidade.

Mas no meu caso eu contrato freelancers para tarefas específicas.

Quando eu queria desenvolver um formulário para o meu site, eu tinha três opções:

  • desenvolvê-lo pessoalmente, o que demandaria muito tempo, pois eu não tenho conhecimento em design gráfico;
  • desenvolvê-lo do jeito que eu sabia fazer, o que resultaria numa péssima qualidade e prejudicaria o retorno financeiro ao longo do tempo;
  • contratar um freelancer para desenvolver o formulário.

Eu contratei um freelancer por $25, e foi o dinheiro mais bem pago. O trabalho foi excelente e enquanto o freelancer desenvolvia o formulário eu continuei executando tarefas que otimizaram o meu tempo.

Quais Tarefas Podem Ser Terceirizadas?

Praticamente tudo pode ser terceirizado hoje. Algumas pessoas terceirizam tudo, até mesmo a criação de conteúdo ou postagem nas redes sociais.

Veja algumas das tarefas que podem ser terceirizadas:

  • Modificações no design do seu site
  • Otimização do site para os motores de busca
  • Problemas técnicos no seu site
  • Edição de vídeos e podcasts
  • Design de logotipos, capas de livros, painéis para artigos, banners…
  • Acompanhamento de outros sites no seu nicho (uma compilação do que eles estão fazendo)
  • Pesquisa de conteúdo para criação de artigos para o seu site (1/3 do tempo de criação de qualquer conteúdo é perdido em pesquisas. Se você já tiver todo o material em mãos somente terá que lê-lo e partir para a produção do seu próprio material)
  • Monitoramento dos e-mails e contatos recebidos
  • Suporte técnico aos seus clientes (se você vende algo no seu blog, terceirize essa tarefa já, com instruções específicas e claras)
  • Monitoramento dos comentários recebidos (em determinado nível, você pode receber mais de 500 comentários em um único artigo. É impossível ler todos. A melhor opção é ter alguém lendo todos os comentários e sinalizando alguns para que você responda)
  • Monitoramento e gerenciamento de redes sociais (idem ao anterior)
  • Monitoramento sobre a percepção das pessoas sobre você nas redes sociais (isso é essencial). É impossível agradar a todos. Ok. Mas isso é diferente de ter alguém lhe ofendendo, dizendo que você é um estelionatário, que só quer o dinheiro das pessoas. Isso nunca aconteceu comigo, mas já aconteceu com alguns dos mais brilhantes blogueiros. Monitorar todos os comentários sobre você nas redes sociais poderá facilmente transformar um comentário como esse em uma possibilidade de você se sair bem, além de gerar um inquérito policial…).
  • Legendas e transcrições para vídeos e podcasts
  • Envio e recebimento de e-mails conforme modelos previamente estabelecidos
  • Tarefas administrativas (pagamento de contas, aquisição de passagens aéreas, planejamento de viagens e eventos, …)
  • Tudo o mais que você desejar

Qualquer tarefa pode ser terceirizada, mas a minha regra de ouro para a delegação de tarefas é somente delegar tarefas que não estejam relacionadas diretamente à produção do meu conteúdo.

Em outras palavras, ninguém assina em meu nome. Se em algum lugar você ler Equipe 6 dígitos, e não tiver o meu nome antes disso, significa que não foi eu que escrevi.

Mas isso não significa que um assistente virtual não possa fazer o marketing do meu conteúdo nas redes sociais, em outros blogs e fóruns.

Cedo ou tarde você irá contar com a colaboração de um profissional.

Quanto antes você fizer essa decisão melhor para o seu negócio e, em maior escala, para a sua conta bancária.

Você já terceirizou alguma tarefa do seu blog? Compartilhe nos comentários abaixo como foi essa experiência.

Related Post